APOIO AO ALUNO COVID-19 TOUR VIRTUAL
UNIARAXÁ VIRTUAL

Uniaraxá Acontece

UNIARAXÁ e Cefet promovem aulas de Xadrez

COMPARTILHE

xadrezCom o intuito de melhorar o desempenho dos alunos dos Cursos de Engenharia, especialmente Civil, o UNIARAXÁ firmou uma parceria com o Cefet Araxá e está promovendo aulas de Xadrez na Instituição. As aulas da primeira turma foram iniciadas em agosto e serão concluídas em outubro, com a realização do Campeonato de Xadrez do UNIARAXÁ – Engenharia Civil no dia 6. Nesta primeira turma, foram oferecidas vagas para os alunos do UNIARAXÁ, Cefet e da Escola Estadual Armando Santos. A previsão é que nas próximas turmas sejam abertas vagas também para a comunidade externa.
xadrez4A coordenadora do Curso de Engenharia Civil do UNIARAXÁ, professora Cecilia Marega, destaca a importância da atividade. “O Xadrez permite que o aluno desenvolva as táticas de raciocínio lógico, concentração, aguça a memória e trabalha a paciência. Além de desenvolver a tomada de decisão e respeito ao adversário” diz.

 

 

xadrez6Cléber Nunes é o professor das aulas, que são ministradas no Conjunto IV do UNIARAXÁ. Ele destaca que atualmente, 11 alunos participam das aulas que já passaram pela etapa do aprendizado básico e agora se concentram na prática do jogo. “O Xadrez é um esporte muito envolvente, desperta muita curiosidade. Apresentamos um cenário atual do esporte a nível nacional e mundial, discorremos sobre seus benefícios inclusive na área educacional, onde se demonstra que é cientificamente comprovada a sua atuação como fator favorável ao aprendizado em todos os níveis”, explica.

 

xadrez3Elton Batista Brandão é aluno do Cefet, participa das aulas de Xadrez e conta que sempre praticou o esporte no aplicativo de celular. “Estou aqui para ter a dimensão de jogar no tabuleiro, que não é a mesma coisa do aplicativo. Desde que começou, em agosto, faltei apenas em uma aula.” Rafael Guerra Montovani é aluno do Curso de Engenharia Civil do UNIARAXÁ e conta que na escola fez aulas de Xadrez para melhorar o desempenho em matemática. “Eu gostei demais, já sabia jogar e agora estou praticando para relembrar o esporte. Acho as aulas muito boas, inclusive até pedi ao professor para aprofundarmos ainda mais, já que aqui aprendemos o básico”, completa.