APOIO AO ALUNO COVID-19 TOUR VIRTUAL
UNIARAXÁ VIRTUAL

ZULMA MELO

ZULMA MELO

COMPARTILHE
 ZULMA MELO

História – 1998

Especialização em Supervisão e Inspeção Escolar – 2006 

Perfil

A egressa Zulma traz consigo a energia das pessoas que fazem acontecer com competência e esmerado zelo.

A filha do Senhor Lazaro Moreira Costa e dona Odete Caetano Silva, sabe o quer e o caminho que tem de trilhar para obter suas conquistas com sucesso. Fato é que recebeu recentemente a Medalha Dona Leonilda Montandon em reconhecimento ao seu trabalho na educação de Araxá.

Mãe de um trio encantador traz com ele o mesmo sucesso da mãe. Todos são também egressos do Uniaraxá – Curso Direito e todos aprovados OAB na primeira tentativa.  Adilson Gonçalves de Melo aprovado em concurso do Ministério Público de Araxá, Mithsu Michelle Moreira de Melo, exercendo a advocacia e Anny Angel Moreira de Melo aprovada em concurso público Fórum de Belo Horizonte onde atua.

 FORMAÇÃO ACADÊMICA

Zulma é graduação em História, Especialização em História do Brasil Republicano, Especialização em Supervisão e Inspeção Escola e atualmente está cursando o 5º Período de Direito no Uniaraxá.

 OPÇÃO PELO CURSO

“Em minha primeira habilitação busquei aprofundar conhecimento em área de interesse e formação para exercer a função de professor de História do Ensino Médio”. Em estudos posteriores, estabeleci como objetivo aprimorar o exercício do magistério e atualmente, busco no Direito, condições para gerenciar com eficiência a escola e a comunidade escolar que me confiou o importante cargo de direção.

RELATO DA EXPERIÊNCIA ENQUANTO ACADÊMICA

Segundo Zulma a formação de futuros educadores, Licenciaturas, requer um ensino de qualidade.  Afinal, são estes que irão para a sala de aula para colocar em prática o que se busca durante todo o curso: professores de uma história dinâmica que vise formar um estudante com espírito crítico, capaz de estabelecer elo significativo entre o passado e o presente.
Em minha formação convivi com grandes mestres que mostraram ser possível este entusiasmo com a profissão. Cito alguns: Pedro Andrade, Lídia Jordão, Celeste Moura, Azilmar, Auxiliadora Ribeiro, Hermes, Carolina, o saudoso Prof. João Rios. De cada um absorvi ensinamentos e cada um, foi para mim, exemplo de como se portar frente a uma sala de aula. Tudo que aprendi apliquei durante 15 anos que exerci o magistério.  Estou certa que fui boa profissional, que consegui, como meus mestres, deixar boas lembranças em meus alunos.

  ATUAÇÃO

Zulma exerceu por 15 anos o magistério. Foi professora de História na Escola Estadual Armando Santos e na Escola Estadual professor Luiz Antônio Corrêa de Oliveira. Junto com o magistério exerceu também a função de Vice-diretora no período de 2000 a 2009 na Escola Estadual Armando Santos.

Atualmente é diretora, com dedicação exclusiva, na Escola Estadual Professor Luiz Antônio Corrêa de Oliveira desde ano 2010.  Local onde é reconhecida pela gestão vanguardista e democrática, arrebanhado prêmios nacionais tendo a escola que dirige sempre na mídia pelo sucesso que alcança.

 UNIARAXÁ

 “O UNIARAXÁ agrega valores explícitos e valores implícitos na sociedade araxaense. Dentre os explícitos a formação anual de profissionais que irão atuar em prol da sociedade, a aproximação com as cidades da região que tornou Araxá um importante Polo Educacional e os projetos desenvolvidos entre a instituição e a comunidade de amplo alcance social, que não cito por serem muitos e de igual importância. Estes aspectos explícitos são mensuráveis. Quanto aos implícitos vejo que o Centro Universitário mudou a feição da cidade Araxá. Somos hoje uma cidade de outros valores, não somos mais cidade de espírito provinciano. As pessoas se orgulham do Centro Universitário, nossos jovens possuem opção de formação e a cidade respira modernidade, conhecimento. Este é maior valo agregado da Instituição em Araxá.”

  Nota da Articulista: […] Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda. Se a nossa opção é progressista, se estamos a favor da vida e não da morte, da equidade e não da injustiça, do direito e não do arbítrio, da convivência com o diferente e não de sua negação, não temos outro caminho senão viver plenamente a nossa opção. Encarná-la, diminuindo assim a distância entre o que dizemos e o que fazemos […]. Paulo Freire (1921-1997)