Depoimento / Relato

  • HOME
  • CPA
  • Profa. Dra. Elisa Antonia Ribeiro

Profa. Dra. Elisa Antonia Ribeiro

 Profa. Dra. Elisa Antonia Ribeiro

O UNIARAXÁ institui-se, ao longo dessa década, como Instituição de Educação Superior, com fulcro na oferta de uma educação de qualidade, referendada no compromisso de formação de profissionais comprometidos com a melhoria da vida das pessoas e da sociedade. A garantia da qualidade do ensino ofertado, em parte decorre da estratégia, que a Instituição tem adotado, a partir de 2000, de elevar a Avaliação Institucional à condição de ferramenta de gestão acadêmica e de reconhecê-la como instrumento necessário para o planejamento, a melhoria institucional, com resultados imediatos na garantia da aprendizagem de todos seus discentes.
No ano de 2004, juntei-me, à equipe responsável pela condução de ações de Avaliação Institucional, com a finalidade de contribuir para o aprimoramento do processo de avaliação e a ampliação do alcance, em resposta à determinação da Lei 10.861/2004, o qual instituiu o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior. De 2004 a 2009, dediquei-me à construção e à implementação do Programa de Avaliação Institucional (PAC), contando com os saberes produzidos pelas experiências anteriores. A nossa contribuição, nesse interstício, foi o da sistematização e padronização dos procedimentos, estratégias e instrumentos de levantamento dos dados. Característica marcante do PAC foi a adoção da metodologia do trabalho coletivo, com o envolvimento da comunidade, por meio de reuniões sistemáticas, divulgação no site institucional, uso de folders e cartazes de divulgação de sua finalidade, funções e objetivos. Durante esse período, os resultados obtidos pela aplicação semestral da avaliação, com a participação de toda a comunidade, foram produzidos relatórios de conteúdo abrangente, avaliando a gestão, a prestação de serviços e o de conteúdo específico sobre a condição do ensino, relativos ao desempenho docente.
A filosofia do PAC e, em processo de incorporação pela comunidade do UNIARAXÁ, é a de que a avaliação tem como função precípua medir os esforços da organização, sua qualidade, excelência, utilidade e relevância para a tomada de decisões, na busca do aperfeiçoamento do trabalho de forma geral, respeitando aos fatores culturais da Instituição. Não há outro meio de se emitir um juízo de valor sobre a qualidade de um trabalho e de seus produtos, do desempenho organizacional que não seja por meio da avaliação.
Aproveito esse momento para expressar meus agradecimentos à equipe do PAC, pela disposição e esforço, destinados ao cumprimento de todas as fases do projeto de autoavaliação e o meu reconhecimento a essa grande Instituição – UNIARAXÁ, que fez, há tempo remoto, a opção de definir um modelo de gestão que evidencia a avaliação institucional, como um processo de permanente autoconsciência da Instituição.