DRA. MARIA APARECIDA RIOS MOÇO

DRA. MARIA APARECIDA RIOS MOÇO

COMPARTILHE
 DRA. MARIA APARECIDA RIOS MOÇO

CURSO DE DIREITO – 2003

Algo a mais…

Existem pessoas que tem “algo a mais”, já ouviu falar nelas? Apresentamos uma delas: Maria Aparecida Rios Moço, a Cidinha Rios, a caçula de uma família de seis irmãos, filhos dos sempre estimados Adalardo Rios e Belchiolina Maria Rios. Araxaense da gema, ama sua terra, sua gente, seus amigos e sem reservas a sua família. É casada com o Prof. Luiz Carlos do Espirito Santo Moço e são seus filhos: Anna Clara Rios Moço – 25 anos; Luiz Gustavo Rios Moço – 27 anos; Mirian dos Santos Moço – 34 anos e Patrícia dos Santos Moço – 36 anos. Todos os filhos com curso superior completo. Os netos são sua paixão, João Luiz Moço de Araújo Trindade; Maria Luiza Moço Teixeira Verçosa que nasceu dia 03 de agosto e Cecília Batista Rios Moço que vai chegar em setembro. Uma família linda, que vive intensamente todos os momentos e sentimentos.

Formação Acadêmica

Cidinha é Bacharel em Direito/Advogada formada na turma de 2003. Pós-graduada em Direito Processual também pelo Centro Universitário do Planalto de Araxá. Especialista em Direito Público pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. De inteligência privilegiada é intensa em tudo que realiza, e sempre o faz pautada em sua crença de não ler na cartilha do outro.

Opção pelo Curso de Direito

A sua opção pelo curso de Direito se deu em virtude de que na época exercia um cargo eletivo de vereadora da cidade de Araxá, e em muitos momentos tinha dificuldades para o entendimento dos vários projetos e procedimentos inerentes ao exercício da função do cargo público que exercia, em outros momentos, tinha dúvidas ou até mesmo discordava dos pareceres jurídicos a ela apresentados. Diante disso, entendeu que o trabalho como vereadora seria muito mais eficiente se ela tivesse uma formação jurídica séria e buscou essa formação no UNIARAXÁ, que já desde aquela época primava por um ensino superior de qualidade, com um quadro de professores excelentes. Não teve dúvidas de que se formando no UNIARAXÁ, conseguiria alcançar o objetivo que estava buscando. Objetivo este que foi alcançado e que depois se diversificou em virtude de outras oportunidades que se apresentaram, e da paixão desenvolvida pelo Direito e pela Advocacia.

Vida pública

Para se dedicar à profissão de advogada, nossa egressa, optou em não concorrer a cargos eletivos. Quando lhe perguntam sobre a possibilidade de retornar à vida pública, ela não se esquiva e acha que futuramente pode voltar a pensar nisso, mas que ainda está muito focada no trabalho que exerce na advocacia. Engajada na política começou cedo a exercer uma de suas grandes paixões – aos 16 anos de idade iniciou sua militância política no PMDB Jovem. Combativa, logo mostrou o traço de uma personalidade que usaria a política como ferramenta para a luta constante pelo bem comum, pela justiça social, acreditando no voto como instrumento para a transformação econômica e social. Cidinha foi ativa em várias campanhas em defesa do voto consciente e foi, pouco a pouco, desenvolvendo e construindo sua visão crítica do mundo político e seus efeitos na vida do povo.

Vereadora

Candidatou-se ao cargo de vereadora, pela primeira vez em 1996, e já nesse primeiro mandato se tornou Presidente da Câmara Municipal de Araxá, fazendo uma gestão que marcou a história da Casa Legislativa. Cargo do qual se orgulha por ter conseguido exercer parte do seu idealismo e promover mudanças na visão da gestão da Câmara Municipal, sendo sua marca a transparência, coragem e a ética. Isso lhe rendeu o reconhecimento popular como umas das melhores administrações da história da Câmara de Vereadores de Araxá. Época em que colocou em prática discussões em torno de políticas públicas relacionadas à inclusão social, ao desenvolvimento sustentável e à valorização da mulher no mercado de trabalho, inclusive, na época criou a Lei que instituiu, em Araxá, o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher. Conselho que funcionou, com seu apoio, durante seus dois mandatos.

Presidente da Câmara Municipal

Ainda como Presidente da Câmara Municipal de Araxá instituiu o primeiro concurso público para provimento de cargos do Poder Legislativo, único e histórico concurso da Câmara. Somente recentemente, em 2014, tramita o segundo concurso público da Instituição, após quatorze anos passados de sua gestão.  Com sua influência junto ao Governo do Estado, Cidinha Rios, participou efetivamente da retomada das obras de restauração do Grande Hotel do Barreiro e Termas de Araxá. Outra atuação da vereadora foi lutar pela viabilização da construção do aterro sanitário na cidade. Um avanço quanto ao desenvolvimento sustentável, bandeira defendida por ela lá no começo de sua trilha pelos caminhos da política.

Idealista

Com visão holística, sempre enxergou além… No contexto político do Estado, acompanhou de perto, à época, a administração do Governo de Minas Gerais, buscando soluções para as demandas de Araxá e defendendo os interesses da cidade. Participou da Diretoria da União dos Vereadores do Estado de Minas Gerais (UVEMIG), e também como membro efetivo do Conselho de Contas da Associação Brasileira de Câmaras Municipais (ABRACAM).

Funções atuais

Cidinha, com é carinhosamente chamada é Assessora Jurídica da Prefeitura Municipal de Tapira/MG, Consultora Jurídica da empresa Yeté Engenharia Ltda, Advogada atuante na região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.

Funções exercidas

Foi Assessora de Gabinete da Presidência da Câmara Municipal de Araxá-MG, Subprocuradora do Município de Pedrinópolis /MG, Assessora Jurídica da Fundação Cultural de Araxá – UNIARAXÁ. Assessora Jurídica da Câmara Municipal de Araxá e Chefe do Setor Jurídico da Prefeitura Municipal de Araxá no período de 2006 a 2007.

Atuação política

Irreverente, de bem com a vida e consigo mesma, é avalizada pela fé que promove, coragem dos grandes e entusiasmo dos sábios. A energia e o positivismo que empresta a seu cotidiano, sempre a levou a cargos de liderança, foi presidente do PMDB-Jovem em 1984, Vereadora do município de Araxá nas de Legislatura 1997 a 2000 e de 2001 a 2004. Em 200 foi Presidenta da Câmara Municipal de Araxá.

Reconhecimento público

Na verdade, mulheres como Cidinha Rios é um régio e nobre presente à terra natal. A faceta imperativa e surpreendente de nossa egressa é impregnada pelo interesse genuíno de valorizar e respeitar o lado humano. Para Cidinha a essência do ser e suas buscas para ser plenamente feliz são o que realmente conta. Criando assim, uma “disponibilidade de alma” que nos faz ter vontade de criar vínculo, manter diálogo constante e nos reabastecer na fonte inesgotável de dinamismo desta advogada “hors concours” e ser humano iluminado. Reconhecer, aplaudir e homenagear quem tem a capacidade imantada de arrebanhar sonhos e fazê-los acontecer, estabelecer objetivos e alcançá-los, traçar metas e cumpri-las é uma questão de justiça e assim sendo, recebeu vários reconhecimentos públicos em Araxá e no Estado pelo seu trabalho, tanto político quanto do exercício da advocacia, entre eles:  Diploma de Mérito Legislativo Mariano Joaquim de Ávila – Câmara Municipal de Araxá/ 2012, Troféu Carlos Drummond de Andrade – Itabira/MG, Troféu Nelson Hungria – Belo Horizonte, Mineiros Notáveis e Brilhantes – Juiz de Fora, Personalidades do Milênio – Juiz de Fora, Pesonalidade “Inside” – Catia Lemos – Araxá, Melhores de 1999 – Mérito Político – Araxá. Aplausos à egressa que leva o nome do UNIARAXÁ, cm a chancelo do sucesso, ao ser humano que nos motiva viver em plenitude, pessoa e profissional inesquecível, que ensinam a pensar os pensamentos, com afeto.

 

Nota da Articulista: Para realizar grandes conquistas, devemos não apenas agir, mas também sonhar; não apenas planejar, mas também acreditar. Um exemplo forte disso é nossa egressa.